Início > audiência e tv > Sem A Fazenda a Record deve melhorar

Sem A Fazenda a Record deve melhorar


Terminou ontem a 2ª edição de A Fazenda pela Rede Record – e, cá entre nós, já foi tarde, uma edição totalmente sem necessidade e que é motivo de esquecimento para todos – com a vitória de Karina Bacchi, como todos já sabiam. E, só pra variar um pouco, o último episódio do Reality continuou modorrento, arrastado e absolutamente superficial, sem nada de interessante.

De qualquer forma, com o fim do programa, a grade da emissora deve melhorar, pois A Fazenda deixa de ser a principal aposta da Record e assim os progrmas da casa param de dançar pela grade programação acabando por se prejudicar e prejudicar todo o público.

Desde a 1ª edição de A Fazenda isso já aconteceu. As novelas e outros programas da emissora foram completamente prejudicados pela exibição exacerbada e cobertura doentia fazendo com que toda a programação girasse em torno do Reality. Na época, as novelas foram as que mais sentiram e mudaram de horário por diversas vezes, perdendo muito da audiência.

Agora, novamente as novelas foram prejudicadas com mudanças insanas de horário – Poder Paralelo entrando no ar após as 11 da noite é uma das coisas mais ridículas da história da televisão – mas os números de audiência não foram tão prejudicados, certamente porque tanto Bela a Feia como Poder Paralelo estão entrando em sua reta final e já tem um público fiel.

Agora, sem o desespero e a mania de grandeza que tentou a todo custo emplacar a edição frustrada do Reality rural, a cúpula da Record irá organizar a sua Grade e, principalmente após o fim de Poder Paralelo, aparentemente uma nova grade estreará no começo de março e, ao que tudo indica, muito mais interessante e atraente para o público.

Bons programas parecem vir por aí, principalmente a minissérie A História de Ester que, ao que tudo indica, é uma superprodução e, caso tenha um roteiro interessante, tem tudo para fazer sucesso porque a história da personagem protagonista é realmente muito linda.

Se de fato a emissora cumprir o prometido e apresentar uma grade, não precisa nem ser a melhor programação do mundo, precisa apenas ser uma programação fixa, já será uma vitória. A briga pela vice-liderança de audiência tem sido interessante entre Record e SBT e as novidades de março do SBT devem produzir algum efeito, porém, hoje o fato é que ainda a alternativa do público para a Globo é a Record e, com uma grade fixa, organizada, a emissora tende a sair na frente nesta briga de março.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: