Início > audiência e tv > O Clone” estreia nos EUA com Jade mexicana

O Clone” estreia nos EUA com Jade mexicana

A mistura de clonagem, cultura muçulmana e luta contra as drogas agora tem sotaque espanhol. A rede Telemundo estreou anteontem “El Clon”, a versão para o mercado hispânico da novela de Glória Perez, exibida no Brasil em 2001.

Trata-se de uma parceria entre a rede norte-americana Telemundo e a Globo, que entrou com roteiro e know-how.

No primeiro capítulo, exibido na segunda-feira nos Estados Unidos, foram mostradas imagens gravadas no Marrocos e em uma cidade cenográfica construída na Colômbia.

O Rio de Janeiro virou Miami, e o bar da dona Jura (que não apareceu no primeiro episódio) será ambientado em um clube de salsa.

A comparação entre o original e a versão é inevitável. “O Clone” fez sucesso no mercado internacional e já foi exibida em mais de 20 países.

  Divulgação  
Sandra Echeverría é Jade en "El Clon", que estreou anteontem; Giovanna Antonelli viveu a mesma personagem em "O Clone"

Sandra Echeverría é Jade en “El Clon”, que estreou anteontem; Giovanna Antonelli viveu a mesma personagem

Após o primeiro capítulo, o site da Telemundo mostrava mensagens de espectadores elogiando a nova versão, enquanto outros afirmam que o original é superior e que a atriz Giovanna Antonelli é imbatível no papel da protagonista, Jade.

Na versão em espanhol, atores mexicanos interpretam os papéis do casal central que no Brasil ficou com Antonelli e Murilo Benício. Sandra Echeverría é Jade e Maurício Ochmann vive os gêmeos Lucas e Diego e o clone Léo.

Versão curta

A novela foi encurtada e contará com um número menor de personagens.

Uma das dúvidas é justamente como ficará o núcleo dos suburbanos cariocas, responsável pelo lado mais leve e cômico da trama na versão original, marcado por bordões como “Não é brinquedo, não!” ou “Cada mergulho é um flash!”.

“O Clone” conta a história do romance proibido entre Jade (muçulmana que foi criada no mundo ocidental e volta ao Marrocos após a morte da mãe) e Lucas, filho de um empresário que a conhece em uma viagem ao país.
Lucas tem um irmão gêmeo, Diego, que morre logo no começo da trama.

O padrinho dele, o cientista Albieri (Juca de Oliveira no original), decide então clonar Lucas. A trama tem ainda uma passagem no tempo de 20 anos.

Já no primeiro capítulo da versão em espanhol da novela algumas das cenas foram, no mínimo, curiosas.
A personagem Ivete, interpretada por Vera Fischer no original, tem um breve romance com Diego assim que chega ao Marrocos, sem saber que ele é filho de Leônidas (Reginaldo Faria no original), seu namorado. Ao descobrir quem Ivete é, Diego pensa então que ela é uma golpista.

Na versão hispânica, a personagem é bem mais atirada. A atriz que a interpreta usa maquiagem carregada, cabelo armado, roupas espalhafatosas. A cena do encontro com Diego no restaurante do hotel soa ensaiada e artificial.

Ainda no início do capítulo, Jade passeia na praia em Miami vestida com casaco, calça e véu e observa os banhistas com estranheza, embora more na cidade há anos.

Apesar das pequenas diferenças, no básico a trama continua a mesma.

O capítulo termina com o encontro de Jade e Lucas, quando ela se apresenta fazendo passos de dança do ventre.

 

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: